quarta-feira, 25 de março de 2015

Pão de forma macio:

Pão de forma macio:


1 xícara e meia  de farinha de arroz
1\2 xícara de farinha de arroz integral
1 xícara e meia de farinha de grão de bico
1 xícara e meia de polvilho doce
1 xícara de amido de milho
1 sachê de fermento biológico seco para pães
1 colher de sopa de vinagre de arroz
4 colheres de sopa de óleo de girassol, coco, ghee
2 colheres de açúcar demerara, de coco
1 colher de sobremesa de sal
1 colher de sopa de CMC
1 colher de chá de gelatina incolor
1 ovo
1 clara
1 xícara de água morna
1 vidro de leite de coco pequeno ( 200 ml)


Modo de fazer:


No bowl da batedeira colocar as farinhas misturadas e peneiradas, o CMC, a gelatina incolor, o sal e o fermento biológico para pães.
Bater os ovos, o leite de coco , a água morna , o óleo , o açúcar e o sal, para misturar bem.
Juntar as duas misturas, e bater em velocidade média por 5 minutos.
Deitar a massa em uma forma grande ou duas médias de bolo inglês, untadas e polvilhadas, se for de teflon, não há necessidade.Não esquecendo de não ultrapassar metade da forma, para que crescendo não altere sua fermentação.
Alisar a massa e pincelar com a gema batida com duas gotinhas de café ou óleo.
Deixar crescer até dobrar de volume.
Assar em forno aquecido à  200 graus,nos primeiros 20 minutos, e após baixar para 180 graus , deixando por mais 25 a 30 minutos, dependendo do forno.
Descansar em grelha e cortar frio.
Três dias guardado embalado fora da geladeira e congelado 90 dias.





terça-feira, 24 de março de 2015

Macarrão sem glúten Barilla

Macarrão sem glúten Barilla:


Pensem em um macarrão gostoso, al dente e com gosto muito diferenciado.
Agradeço a marca Barilla, em especial a Marcella Soares , por me presentear com esta jóia.
Na versão Senza Glutine:  Spaguetti e Penne Rigate
Aprovados e indico aos amigos desse blog.
A massa Glúten Free Barilla é produzida na Itália, em instalações dedicadas unicamente ao processamento dos produtos da linha, feitos de milho e arroz, para que  o resultado final seja de uma massa 100 por cento livre de qualquer derivado do trigo ou de outros ingredientes que tenham glúten.



Mais um para minha coleção de compras.
Beijos!!!!

sexta-feira, 13 de março de 2015

Bolo de damascos e citrícos

Bolo de damascos e cítricos



4 ovos
2 xícaras de farinha sem glúten ou 1 xícara e meia de creme de arroz e 1\2 de amido de milho
1\2 xícara de coco ralado seco sem açúcar ou farinha de coco
1 colher de sobremesa de CMC
1 pitada de sal
1 xícara e meia de açúcar
1\2 xícara de óleo de girassol ou outro de sua preferência
3\4 de xicara de damascos secos
1 limão espremido e coado
1 xícara e 1\4 de suco de laranja
3 castanhas do Pará em lascas ( opcional)
1 colher de sopa de fermento químico para bolos


Modo de fazer:

Em um bowl misturar o creme de arroz, o amido de milho ,o coco ralado seco, o sal, o CMC e o fermento químico para bolos.Homogenizar.
No liquidificador colocar os damascos, o suco de limão, o suco de laranja , o óleo, e os ovos. Bater bem, obtendo assim, um creme bem liso.
Finalmente misturar as farinhas e o creme batido vigorosamente.
Untar e polvilhar uma forma de furo no meio, deitar a massa, jogar as lascas de castanha do Pará em cima  e assar em forno à 180 graus , aquecido previamente, por 45 minutos ou espetando um palito, ele saia seco.
Cobrir com a geleia de damascos , depois de sair do forno ,para que ela aquecendo ,se espalhe por igual.



Geleia de damascos caseira:



200 gramas de damasco
1\2  de xícara de suco de laranja
1 limão espremido
2\3 de xícara de açúcar
1\2 colher de café de pectina ( opcional)

Modo de fazer:

Tem pessoas que preferem os pedaçinhos da fruta na geleia, mas esta ,eu prefiro mais uniforme, por essa razão eu bato o damasco, o açúcar, o suco de laranja no liquidificador.
Levar ao fogo a mistura, junto com o suco de limão e a pectina.
Ponto , quando começar a soltar da panela e estiver brilhante e na consistência desejada.
Guardar em potes secos, esterilizados e depois de aberto na geladeira.





segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Torta de limão:


Torta de limão:


100 gramas de margarina Becel azul
1 ovo
1 pitada de sal
1\2 xícara de farinha de amêndoas
1\2 xícara de farinha de arroz
1\4 de xícara de fécula de batata
1\2 xícara de açúcar
raspas de limão
1\2 colher de chá de fermento químico em pó
2 colheres de água gelada se precisar


Modo de fazer:


Num recipiente, coloque as farinhas, a farinha de amêndoas, o açúcar , a margarina. Misture tudo com as pontas dos dedos, até formar uma farofa, junte o ovo e a água e misture até formar uma mistura homogênea e soltar das mãos. Abra a massa no fundo de forma de aro removível (25 cm) e leve ao forno a 180°C, por aproximadamente 20 minutos ou até dourar as bordas. Retire do forno e deixe esfriar.


Creme de confeiteiro de limão:

1 litro de leite vegetal (Macadâmia,castanha do Pará, amêndoas , etc)
9 colheres de açúcar
5 colheres de sopa de amido de milho
2 gemas passadas na peneira
2 limões espremidos
casca ralada de 1 limão

Levar ao fogo e deixar um creme liso e bem aromático.Colocar as raspas de limão quando começar a engrossar.


Decoração verde:


1\2 gelatina sabor limão
1\2 xícara de água quente

Dissolver bem e deixar ficar mais grossa , e com uma colher , fazer riscos aleatórios.


sábado, 21 de fevereiro de 2015

Pão de milho verde sem ovos

Pão de milho verde sem ovos:





Ingredientes:

2 xícaras de grãos de milho verde cozidos
100 gramas de creme de arroz
100 gramas de farinha de grão de bico
150 gramas de polvilho doce
100 gramas de fécula de batata
350 gramas de farinha mix Pan Schar
2 colheres de sopa  rasas de psyllium
3 colheres de sopa de biomassa de banana
1\2 xícara de açúcar demerara
1\2 xícara de óleo de girassol
1 colher de sopa de sal
1 colher de chá de suco de limão
1 colher de chá de fermento químico para bolos
1 sachê de fermento biológico para pães
600 ml de água morna
gordura ou óleo de coco para pincelar

Modo de fazer:

Colocar em uma tigela o sachê de fermento biológico para pães, o açúcar e a 1 xícara de água morna.
Deixar levedar por 30 minutos
No liquidificador bater o milho verde, o restante da água, o sal o óleo, a biomassa de banana, o suco de limão e o psyllium.
Na batedeira misturar , peneirar todas as farinhas e o fermento químico.
Em rotação média , adicionar a mistura batida no liquidificador e o fermento levedado.
Bater por 5 minutos.
Untar e polvilhar com farinha sem glúten duas formas médias de bolo inglês.
Deitar a massa e arrumar com uma colher molhada.
Pincelar  com óleo ou gordura de coco com duas gotinhas de café sem açúcar para dar cor.
Deixar crescer por 50 minutos ou até dobrar de volume.
Assar em forno à 200 graus por 50 minutos.
Deixar esfriar em grelha.

Caso queiram um pão mais doce poderão de vez de meia xícara de açúcar colocar 1 xícara inteira.
Sempre lembrem que pão com mais açúcar leva  mais tempo para crescer.



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Claras congeladas

Claras congeladas:





Resolvi mostrar como condiciono as claras que sobram de algumas preparações.
Muitas vezes fazemos bolos, pães e brioches que exigem mais gemas que claras e o que dizer de um quindim.
Assim , poderemos guardar e condicionar , sem perder seus nutrientes e vantagens de uso.
Em uma forma de gelo, colocar as claras.Se for ovos pequenos, cada quadradinho será suficiente.
Depois de congeladas, poderão ser condicionadas assim, bem embalada a forma ,em plástico próprio ou tirar os cubos  e colocar em saquinhos de congelamento.
Datar e retirar bem o ar.
Caso queiram poderão congelar gemas e claras , no mesmo método,Uso a mesma forma e coloco de um lado claras e do outro as gemas.
Só devemos ter o cuidado de colocar uma pitada de açúcar em cima , para não perderem os nutrientes e evitar ressecamento.
Quando for usar , deixar descongelar na geladeira e usar como necessário.
Caso for usar futuramente para glacês e merengues , tomar  o cuidado para não misturar gemas e sempre descongelar para não perder o volume.
Duram 90 dias congeladas.
Espero que gostem das dicas! 

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Focaccia Napolitana sem ovos

Focaccia Napolitana sem ovos:



1 xícara de farinha para  tapioca passada na peneira
1 xícara de farinha de arroz
3\4 de xícara de farinha de grão de bico
1 xícara de farinha Mix Pan Schär
1 colher rasa de sobremesa de sal
3 colheres de sopa rasa de açúcar
3 colheres de sopa de óleo de girassol
1 colher de sopa de lecitina de soja
1 sachê de fermento biológico para pão
2 xícaras de água morna
1 colher de sobremesa de vinagre branco
1\2 xícara de azeite de boa qualidade e baixa acidez

para cobertura:

alecrim seco, tomates picadinhos, sal grosso de ervas, tomate verde, aliche, salsinha..o que quiser!

Modo de fazer:


Em um bowl colocar as farinhas misturadas e peneiradas.
A parte colocar o fermento biológico, a água morna e o açúcar para levedar.
Depois de 30 minutos, misturar os secos e os líquidos , adicionar a lecitina de soja, o vinagre, as três colheres de óleo , bater na mão ou na batedeira por 5 minutos.
Espalhar em uma forma untada e polvilhada com farinha sem glúten.
Espalhar a cobertura escolhida , exemplo: Sal grosso, tomatinhos cereja e alecrim ou aliche , sal de ervas, tomate verde picadinho e alecrim, o que a criatividade mandar.
Derramar o azeite por cima e com um cabo de colher de pau, fazer alguns buracos para adentrar o azeite na massa.Não precisa furar,é só fazer pequenas crateras na massa.
Deixar crescer por 45 minutos ou até dobrar para ficar bem fofa.
Assar em forno à 200 graus por 40 minutos.