sábado, 24 de janeiro de 2015

Pão semi integral

Pão semi integral: Sem ovos 



1 xícara de farinha de arroz integral e vermelho
1 xícara de farinha de  trigo sarraceno
1\2 xícara de farinha de grão de bico
1 xícara e 1\4 de farinha Mix Pan Schär
1 colher de sopa rasa de sal
1 colher de sopa de vinagre de maça
3 colheres rasas de sopa de açúcar demerara ou  de coco
5 colheres de sopa de óleo vegetal ( usei de girassol )
400 ml de água
1 sachê de fermento biológico seco para pães
opcional :- 1\2 xícara de nozes picadas grosseiramente ou castanhas do Pará e
2 colheres de sopa de semente de girassol.


Modo de fazer:


Em bowl colocar o fermento biológico, o açúcar e 1 xícara de água morna.
Deixar levedar por no minimo 20 minutos.

No liquidificador bater o restante da água com a farinha de arroz integral e vermelho, o óleo, o sal  e o vinagre. 
Bater por cinco minutos pois isso fará com que a farinha integral se dilua e dê um acabamento mais leve.
Na batedeira juntas as farinhas misturadas e peneiradas, o fermento levedado e massa do liquidificador.
Bater por uns três minutos para misturar bem.
Misturar por último as nozes picadinhas e a semente de girassol
Untar e polvilhar com farinha sem glúten , duas formas médias de pão ou 1 grande.
Deitar a massa e deixar crescer por 1 hora.Passar uma colher com azeite ou margarina sem leite em cima para arrumar a massa e corar.
Não esquecer de colocar a massa até metade da forma, para poder fermentar e não derrubar.
Assar em forno em 200 graus por 45 minutos.
Deixar esfriar em grelha antes de fatiar.
Congelar em porções.






 

domingo, 18 de janeiro de 2015

Pão de trigo sarraceno e painço descascado



Pão de trigo sarraceno e painço descascado, sem ovos, sem leite e soja:


1 envelope de fermento biológico de pães
1 xícara de água morna
2 colheres de sopa de  açúcar demerara ou de coco
1 colher de sopa de mel ou melado de cana


Misturar tudo e deixar levedar por 20 minutos.


3 xícaras de Mix pan Schär
1 xícara de farinha de trigo sarraceno
2 colheres de sopa de farinha de banana verde
4 colheres de sopa cheias de azeite virgem
1 colher de sopa de chia
1 colher de sopa de vinagre branco
1 colher de sopa rasa de sal
2 xícaras de água filtrada
2 colheres de sopa de painço descascado


Modo de fazer:


Misturar bem todas as farinhas, o azeite, o sal, o vinagre, a chia, o painço e por final o fermento levedado.
Bater bem por 5 minutos ou mexer bem com uma colher de pau.
Colocar em duas formas médias de bolo inglês ou uma grande, untada e enfarinhada com farinha sem glúten.Pincelar uma colher de sopa de azeite para dar cor e arrumar a massa na forma.
Deixar crescer por 1 hora e em dias quentes 45 minutos, com um copo de água fervendo perto em lugar fechado.
Assar em forno à 200 graus nos primeiros 15 minutos, abaixar para 190 graus e continuar a assar por mais 30 minutos.


sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Manteiga de amendoim:

Manteiga de amendoim caseira:




Manteiga de amendoim:


2 xícara de amendoim sem casca torrado

2 colheres de sopa de mel de flor de laranjeira

2 colheres de sopa de Becel, óleo de girassol ou óleo de coco

1 pitada de sal


Modo de fazer:


Caso encontre amendoim torrado, pode usar direto, mas se tiver amendoim cru, deverá ser assado em forno a 180 graus por 10 minutos, mexendo sempre para não queimar, para não amargar.

Deixe esfriar e retire a casca avermelhada.

Em um processador ou um liquidificador bem potente, bater os amendoins, o mel, o óleo de girassol , ou a margarina com a pitadinha de sal.

Eu não uso a gordura de coco pois acho que deixa um sabor residual de coco e uso o mel de vez do açúcar para manter o valor nutritivo.

Esse processo vale para todas as castanhas...inclusive a de caju fica muito neutra, podendo inclusive colocar cacau em pó.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Dicas de congelamento :

Dicas de congelamento:


Bom dia pessoal do bem, as festas acabaram...o ano novo chegou e ai????
Precisamos nos organizar e não permitir que as comidas que sobraram, se estraguem!
Se não virou torta de sobras, arroz de forno, pastélzinhos para o lanche..o negócio é congelar!
Mas estragar jamais!!!!

Vamos a algumas dicas:

Pães, pães doces e Panetones:

Acomodados em um refratário, potes com tampas ou em sacos de congelamento, podem durar até 4 meses em freezer, variando somente por recheios.Descongele em temperatura ambiente ou em forno pré aquecido a 160 graus.

Docinhos:

Coloque em forminhas de papel e leve para congelar , por mais ou menos, seis horas em uma assadeira em aberto.
Eu um recipiente com tampa, acomode-os e sobreponha-os com papel manteiga , para que não grudem.

Tortas salgadas e doces:

Primeiro congele em uma assadeira por 6 horas, eu já corto em quadrados.Envolva em filme plástico , retirando todo o ar.As tortas podem ser conservadas em freezer por 3 meses.Evite recheios que contenham amido de milho.

Arroz:

Arroz já pronto, depois de frio, coloque em refratários com tampa, leve ao freezer ou em porções em sacos próprios para congelamento.Tem duração de até quatro meses.

Feijão:

Cozinhe o feijão sem os temperos, deixe esfriar, divida em porções e congele.Quando for usar, retire, leve ao fogo e tempere a gosto.
Se estiver pronto, deixe esfriar distribua em porções e congele em refratários com tampas.Dura até quatro meses no freezer.

Carnes, frangos ou peixes empanados sem fritar:

Congele em uma assadeira em aberto por seis horas.Em seguida embale com filme plástico ou use sacos próprios de congelamento.Dura quatro meses no freezer.Para descongelar,leve diretamente para fritar em óleo quente ou em forno pré aquecido, em assadeira untada.

Carnes , frangos e peixes prontos:

Dividir em porções, embalar em sacos próprios ou em refratários com tampa.Deixe descongelar na geladeira e leve ao fogo ou ao forno, dependendo o caso.
Dura quatro meses no freezer.

Massas:

Monte os pratos já com o molho, leve ao banho maria e deixe ferver por 5 minutos ( isso se chama choque térmico ), deixe esfriar.Embale em sacos próprios ou refratários com tampa, congele.
Para descongelar basta , levar ao forno.
Caso esteja pronta, divida em porções e congele.

Dicas:

Todos os pratos que são preparados em forno,devem ser levado ao mesmo para descongelar.Já os que são preparados em panela, devem ser descongelados no micro ondas ou em banho maria.

E sempre não esquecer, alimento descongelado, consumir no mesmo dia.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Biscoitinho de Maínha

Biscoitinhos de Maínha:



A pasta de amendoim é muito rica em nutrientes:

http://www.natue.com.br/creme-de-amendoim-natural-390g-amendoim-cia-45231.html#utm_source=Saboresdacozinhasemgluten&utm_medium=Blogueiras&utm_campaign=171214_cremedeamendoim_amendoimecia

Biscoitinhos de Maínha:


2 ovos inteiros
3 colheres de sopa de manteiga de amendoim
1 xícara e 1\4 de Becel azul sem leite
1 xícara de açúcar
2 xícaras de farinha de arroz
1\4 de xícara de fécula de batata
1\4 de xícara de fubá fininho
2 xícaras de amido de milho
1 colher de café de fermento químico


Modo de fazer:


Na batedeira ,bater os ovos, o açúcar,a manteiga e a manteiga de amendoim.Bater por 5 minutos até obter um creme esbranquiçado e homogêneo.
Depois de desligar a batedeira, ir adicionando as farinhas misturadas , peneiradas e o fermento químico de bolo.
Com o auxilio de de um bico estrela de confeitar, ir fazendo os biscoitos, pitangando em uma assadeira que não necessita ser untada.
Assar em forno pré aquecido em 180 graus por 15 a 20 minutos ou até começar dourar  em baixo.
Não deixar passar do ponto e  esfriar bem.




quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Panetone de nozes e chocolate belga, gluten free, lacto free e sem conservantes

A farinha de banana verde e a biomassa são  grandes aliadas do intestino:


A Farinha de Banana Verde, da Nu3 Naturals, é produzida a partir da polpa e casca da banana verde (antes de amadurecer). A banana verde ganhou destaque na nutrição por possuir amido resistente, que não é digerido e absorvido, sofrendo fermentação no intestino grosso. Desta maneira, resulta em substâncias que atuam como fonte de energia para produção de bactérias benéficas da nossa flora intestinal.

http://www.natue.com.br/farinha-de-banana-verde-200g-nu3-naturals-50062.html#utm_source=Saboresdacozinhasemgluten&utm_medium=Blogueiras&utm_campaign=171214_farinhadebananaverde_nu3naturals

Panetone especial de Nozes e Chocolate Belga:



5 gemas
2 colheres de sopa generosas de mel de laranjeira
1 xícara de açúcar demerara
2 xícaras de Pan Mix Schär  ( 300 gramas)
1 caixa de creme de arroz     ( 200 gramas )
1 xícara de farinha de milho batida e passada na peneira  ( 100 gramas)
2 colheres de sopa de farinha de quinoa  ou banana verde ( 30 gramas )
2 colheres de sopa de psyllium
1 colher de chá de fibra de maça ( opcional )
1\2 xícara de amido de milho ou fécula de batata
3\4 de xícara de óleo de girassol
1 pitada de sal
1 colher de sopa casca de limão finamente ralada
1 colher de sopa casca de laranja finamente ralada
1 colher rasa de fermento químico de bolo
1 sachê de fermento biológico de pão
2 colheres de açúcar comum
3 colheres de sopa generosas de biomassa de banana
1 xícara de suco de abacaxi concentrado
1 garrafinha de leite de coco
1 colher de chá de vinagre branco ( eu uso de maça ou de arroz, são mais leves
1 xícara de água mineral
1 xícara e meia de nozes picadas
1 xícara e meia de chocolate meio amargo ou Belga ( Sem glúten e sem leite )
2 colheres de sopa de Becel sem leite para pincelar.


Modo de fazer:

Primeiro:
Em uma tigela colocar 1 xícara de água morna, 2 colheres de açúcar normal, o sachê de fermento biológico para pão e 1\2 xícara de creme de arroz.
Deixar levedar por 30 minutos em lugar abafado e coberto por filme plástico.

Segundo:

No liquidificador bater o leite de coco, o suco de abacaxi, o óleo de girassol,o mel, o vinagre branco a biomassa de banana, o psyllium, a fibra de maça, o açúcar ,a pitada de sal, o fermento químico para bolos e as gemas de ovos, retirada a película para não dar o cheiro forte característico.Bater por 5 minutos.

Terceiro:

Na batedeira adicionar as farinhas misturadas e peneiradas, as raspas de limão e de laranja, o fermento levedado e a massa do liquidificador.
Bater  por 5 minutos, obtendo uma massa lisa e agarrando nas pás.
Por final adicionar as nozes e as gotas de chocolate.Misturando bem.
Um pequeno segredo: Misture as nozes em uma colher de sopa de farinha de arroz e as gotas de chocolate deixar na geladeira até a hora de adicionar, isso evita de irem ao fundo ou sumirem no assar.

Quarto:


Colocar em formas de panetone , eu coloquei em 1 grande e 5 pequenas  ( Mínis ).
Pincelar bastante margarina Becel sem leite por cima .
Deixar crescer por 2 horas ou até dobrarem de tamanho e ficarem aerados


Quinto:

Assar em forno em 180 graus por 45 minutos os pequenos e 1 hora e 20 minutos o grande.
Sempre respeitando  o forno de cada um.
Uma dica estará assado quando dourar em cima e bater o dedo no meio ..não afundar mais e parecer oco.

Cortar frio e para trufar é sempre melhor deixar esfriar, embalar bem e rechear no dia seguinte.

Uma delícia!!!!!!






quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Pão de cachorro quente da Miriam Nunes Vieira Pereira versão " 2 "


Pão de cachorro quente da Miriam Nunes Vieira Pereira versão " 2 "




Pão de cachorro quente com Mix Pan Schär


Palavras da Mestre MIRIAM:


É a mesma receita do outro pão, apenas troquei todas as farinhas pelo Mix Pan da Schär e retirei a goma xantana.


2 copos de farinha Mix Pan da Schar (250 ml)
2 colheres de sopa de linhaça triturada
1 colher de sopa de fermento biológico seco
1 colher de sopa de psyllium
1 colher de chá de açúcar
1 colher de café de sal
2 ovos
1 copo de água
4 colheres de sopa de óleo

Na badeira colocar todos os secos e misturar bem. Acrescentar os líquidos e bater por 5 minutos. Modelar com duas colheres do tamanho desejado. Depois untar a mão e terminar de modelar. Deixar crescer a assar em forma untada e enfarinhada, em forno pré aquecido a 200 graus. Depois dos primeiros 10 minutos, reduzir a temperatura para 180 graus.
Para ver quando o pão está crescido e pronto para ir ao forno, coloque um pedacinho da massa num copo com água em temperatura ambiente. Quando a massa boiar, o pão estará crescido.